CRÔNICA: a vitória sobre o Novorizontino
1668
post-template-default,single,single-post,postid-1668,single-format-standard,bridge-core-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.0.9,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 

CRÔNICA: a vitória sobre o Novorizontino

CRÔNICA: a vitória sobre o Novorizontino

Por Carlos.Donato – comentarista da Rádio Figueira


Abrindo o returno da primeira fase, Figueirense x Novorizontino se enfrentaram no estádio Orlando Scarpelli e o returno alvinegro começou com uma vitória sofrida e com muitas emoções até o final. As mudanças promovidas pelo técnico Jorginho surtiram efeito no time, principalmente a entrada de Rodrigo Bassani no meio de campo. O time criou na frente e conseguiu trocar passes, valorizando a posse de bola. Participação do atacante Andrew foi importante, principalmente sem a bola, com muita movimentação e na disputa da bola com adversário. O Figueirense saiu na frente e teve a oportunidade de ampliar o marcador, mas acabou travado na defesa do time paulista. Sabem aquele ditado, “quem não faz leva”. Pois é, já passavam dos 30 minutos do segundo tempo e foi a ducha de água fria o gol do adversário. Aflição tomou conta, o empate seria um resultado péssimo e o time acabou sentindo. Precisando elevar a rotação, criar situações de gols com poucos minutos para acabar, nada mais parecia dar certo. Após uma tentativa de cruzar para área a bola bateu na mão do defensor do time paulista. A penalidade muito bem anotada pela arbitragem foi convertida por Bruno Paraiba. Foram 3 pontos, não mudamos a posição na tabela, porem nos aproximamos do G4. Vitória para dar um pouco mais de tranquilidade para a delegação alvinegra, que precisa de uma sequencia de resultados positivos para entrar no grupo que avança a próxima fase. Jogo a jogo, ponto a ponto, acreditando até o fim.