FIGUEIRENSE ENFRENTA O BOTAFOGO-SP EM RIBEIRÃO PRETO
1698
post-template-default,single,single-post,postid-1698,single-format-standard,bridge-core-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-18.0.9,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive
 

FIGUEIRENSE ENFRENTA O BOTAFOGO-SP EM RIBEIRÃO PRETO

FIGUEIRENSE ENFRENTA O BOTAFOGO-SP EM RIBEIRÃO PRETO

Figueirense e Botafogo-SP se enfrentam neste sábado (18), às 17h00 no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP). A partida é válida pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Rádio Figueira transmite a partida.


O Figueirense é o 5º colocado do Grupo B, com 23 pontos conquistados, e para seguir com possibilidade de classificação precisa vencer o Botafogo-SP, e torcer que o Criciúma perca ou empate o seu jogo, diante do Mirassol, que não possui maiores aspirações no campeonato. Já o Botafogo-SP, com 21 pontos, iniciou a rodada na 6ª posição, e depende de um “milagre”, fazendo 2 vitórias e torcendo por 2 derrotas do Criciúma, além de tirar um considerável saldo de gols de diferença.


Figueirense e Botafogo-SP se enfrentaram 08 vezes na história, com 03 vitórias do Furacão, 04 empates e 01 vitória da equipe do interior paulista.

No Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP), foram disputadas 04 partidas, com 01 vitória para cada lado e 02 empates.

O primeiro duelo da história entre Figueirense e Botafogo, aconteceu no dia 17 de novembro de 1996, com vitória do Figueirense por 2×0, pela Série C do Campeonato Brasileiro, em Curitiba (PR). Na oportunidade o Figueirense cumpria punição, e precisou atuar longe de Florianópolis.

O último confronto foi no turno do Campeonato Brasileiro, no dia 17 de julho de 2021, com resultado de empate por 0x0, no Estádio Orlando Scarpelli.

Ivan da Silva Guimarães Junior (AM) apita o jogo.

Seus auxiliares serão Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM) e Anne Kesy Gomes de Sa (AM), com o quarto árbitro Flávio Roberto Mineiro Ribeiro (SP), e o analista de campo Gilberto Corrale (SP).